Paleoíndios em São Paulo: nota a respeito do sítio Caetetuba, município de São Manuel, SP

Lucas de Paula Souza Troncoso, Ângelo Alves Corrêa, Paulo Eduardo Zanettini

Abstract


O sítio arqueológico Caetetuba, localizado no município de São Manuel, região central do Estado de São Paulo, apresentou datações que recuam a 11080 AP, o que o coloca entre os sítios com ocupação caçador-coletora mais recuada no interior de São Paulo. São apresentados dados preliminares referentes às análises desenvolvidas acerca do acervo resgatado, destacando algumas hipóteses delineadas a respeito dos estudos realizados.

Keywords


Paleoindian; Preventive Archaeology; São Paulo

References


Araujo, A. G. M. 2001. A Arqueologia da Região de Rio Claro: Uma Síntese. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, 11: 125-140. doi:10.11606/issn.2448-1750.revmae.2001.109414

Araujo, A. G M. 2015. On Vastness and Variability: Cultural Transmission, Historicity, and the Paleoindian Record in Eastern South America. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 87 (2): 1239-1258. doi:10.1590/0001-3765201520140219

Araujo, A. G. M. & Pugliese Jr., F. 2009. The use of non-flint raw materials by Paleoindians in Eastern South America: A Brazilian Perspective. In: Sternke, F.; Eigeland, L.; Costa, L-J. (Org.). Non-Flint Raw Material Use in Prehistory - Old prejudices and new directions. Oxford, Oxbow Books: 169-175.

Araujo, A. G. M.; Neves, W. A.; Kipnis, R. 2012. Lagoa Santa Revisited: An Overview of the Chronology, Subsistence, and Material Culture of Paleoindian Sites in Eastern Central Brazil. Latin American Antiquity, 23 (4): 533-550. doi:10.7183/1045-6635.23.4.533

Becker, M. C. M. 1966. Quelques données nouvelles sur les sites préhistoriques de Rio Claro. État de São Paulo. Congresso Internacional de Americanistas, Actas I, Sevilla: 445-450.

Beltrão, M. C. M. 1974. Datações arqueológicas mais antigas do Brasil. Anais da Academia Brasileira de Ciências, V.46 (2): 211-251.

Binford, L. R. 1991. Em Busca do Passado: a descodificação do registro arqueológico. Publicações Europa América, Lisboa. 304 p.

Butzer, K. 1982. Archaeology as human ecology. Cambridge University Press, Cambridge. 364 p.

Bueno, L. 2007. Variabilidade Tecnológica nos sítios líticos da região do Lajeado, médio rio Tocantins. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, Suplemento 4: 236 p.

Bueno, L. & Dias, A. 2015. Povoamento inicial da América do Sul: contribuições do contexto brasileiro. Estudos Avançados, V.29 (83): 119-147. doi:10.1590/S0103-40142015000100007

Caldarelli, S. B. 1983. Lições de Pedra. Aspectos da ocupação pré-histórica no médio vale do Rio Tietê. Tese de doutorado. São Paulo: Faculdade de Filosofia Letras e Ciência Humanas, Universidade de São Paulo. 355p.

Caldarelli, S. B. 2001/2002. A Arqueologia do Interior Paulista Evidenciada por suas Rodovias. Revista de Arqueologia, 14/15: 29-56. URL: http://revista.sabnet.com.br/index.php/revista-de-arqueologia/article/view/177

Caldarelli, S. B. & Neves, W. 1982. Programa de pesquisas arqueológicas no vale médio do rio Tietê: 1980/1982. Revista de Pré-história, 4: 19-81.

De Blasis, P. A. D. 1988. A Ocupação Pré-Colonial do Vale do Ribeira do Iguape, SP: Os Sítios Líticos do Médio Curso. Dissertação de Mestrado. São Paulo: Faculdade de Filosofia Letras e Ciência Humanas, Universidade de São Paulo. 162 p.

De Blasis, P. A. D. 1996. Bairro Da Serra Em Três Tempos: Arqueologia, Uso Do Espaço Regional e Continuidade Cultural no Médio Vale do Ribeira. Tese de doutorado. São Paulo: Faculdade de Filosofia Letras e Ciência Humanas, Universidade de São Paulo. 166 p.

Documento Antropologia e Arqueologia. 2002. Programa de Resgate Arqueológico LT 440 kV (Taquaraçu – Assis – Sumaré / SP). Relatório de pesquisa. xx p.

Funari, P. P. A. & Noelli, F. S. 2002. Pré-História Do Brasil. São Paulo: Editora Contexto. 112p.

Hirooka, S. 1999. Sítios Arqueológicos e a Paisagem na Serra do Curupira. Província Serra Paraguaia-Araguaia, Rosário Oeste, Mato Grosso. Dissertação de Mestrado. Porto Alegre: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. 202 p.

Lanata, J. L. 1993. Evolución, Espacio y Adaptación en Grupos Cazadores-Recolectores. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, 3: 3-15. doi:10.11606/issn.2448-1750.revmae.1993.109150

Lima, A. P. S. 2005. Análise dos processos formativos do Sítio Capelinha - estabelecimento de um contexto microrregional. Dissertação de Mestrado. São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo. 136 p.

Lourdeau, A. 2006. A pertinência de uma abordagem tecnológica para o estudo do povoamento pré-histórico do Planalto Central do Brasil. Habitus, 4 (2): 985-710. doi:10.18224/hab.v4.2.2006.985-710

Macarthur, R. H.; Pianka, E. R. 1966. On Optimal Use of a Patchy Environment. American Naturalist, 100 (916): 603-609. URL: http://www.jstor.org/stable/2459298

Miguel, R. 2014. Programa de Prospecção Arqueológica Intensiva e Educação Patrimonial das Ãreas de Expansão de Cultivo de Cana da Usina São Manoel S/A. Municípios de São Manuel, Botucatu, Pratânia, Areiópolis e Igaraçu do Tietê Estado de São Paulo. Relatório de pesquisa. 130 p.

Miller Jr., T. O. 1968. Duas fases paleoindígenas da bacia do Rio Claro, São Paulo: um estudo em metodologia. Tese de Doutorado. Rio Claro: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. 177 p.

Miller Jr., T. O. 1969. Pré-história da região de Rio Claro, São Paulo; Tradições em divergência. Cadernos Rio Clarenses de Ciências Humanas, 1: 22-52.

Miller Jr., T. O. 1972. Arqueologia da Região Central do Estado de São Paulo. Dédalo, 16, (8): 13-118.

Morais, J. L. 1980. Pesquisas Arqueológicas e datações radiocarbônicas. Revista do Museu Paulista. 27: 121-132.

Morais, J. L. 1999-2000. Arqueologia da Região Sudeste. Revista USP. 44 (2): 194-217. doi:10.11606/issn.2316-9036.v0i44p194-217

Neves, W. A. 2006. Origens do homem nas Américas: fósseis versus moléculas. In: Silva, H. P. & Rodrigues-Carvalho, C. (Org.). Nossa Origem: O povoamento das Américas: visões multidisciplinares. Rio de Janeiro: Vieria & Lent: 45-76.

Neves, W. A. & Piló, L. B. 2008. O povo de Luzia: em busca dos primeiros americanos. São Paulo: Editora Globo. 334 p.

Neves, W. A.; Gonzalez-José, R.; Hubbe, M.; Kipnis, R.; Araujo, A. G. M. & Blasi, O. 2004. Early holocene human skeletal remains from Cerca Grande, Lagoa Santa, Central brazil, and the origins of the first americans. World Archaeology, 36 (4): 479-501. URL: http://www.jstor.org/stable/4128282

Okumura, M. & Araujo, A. G. M. 2013. Pontas bifaciais no Brasil Meridional: caracterização estatística das formas e suas implicações culturais. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, 13: 111-127. doi:10.11606/issn.2448-1750.revmae.2013.106842

Okumura, M. & Araujo, A. G. M. 2016. The Southern Divide: Testing morphological differences among bifacial points from Southern and South-eastern Brazil using geometric morphometrics. Journal of Lithic Studies, 3 (1) 1-26. doi:10.2218/jls.v3i1.1379

Pallestrini, L. 1975. Interpretação de estruturas arqueológicas em sítios do Estado de São Paulo. Coleção Museu Paulista, Serie de Arqueologia, 1. 208 p.

Politis, G. 1996. Moving to produce: Nukak mobility and settlement patterns in Amazonia. World Archaeology, 27 (3): 492-511. URL: http://www.jstor.org/stable/124938

Prous, A. 1992. Arqueologia Brasileira. Brasília, Editora Unb. 605.

Prous, A. 2004. Apuntes para Análisis de Industrias Líticas. Ortigueira: Fundación Federico Maciñeira. 172p.

Rodet, M. J.; Duarte-Talim, D. & Bassi, L. F. 2011. Reflexões sobre as Primeiras Populações do Brasil Central: "Tradição Itaparica". Habitus, 9 (1): 81-100. doi:10.18224/hab.v9.1.2011.81-100

Santos, F. G. 2011. Sítios Líticos no Interior Paulista: Um Enfoque Regional. São Paulo: Dissertação de Mestrado. Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo. 183 p.

Santos, F. G. 2014. A Ocupação Paleoíndia no Interior Paulista. São Paulo: Projeto de Doutorado. Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo. 18 p.

Scabello, A. L. M. 1997. Estudo das Populações de caçadores-coletores do Médio Curso do Rio Tietê: o estudo de caso do Sítio Três Rios, Município de Dois Córregos, SP. Dissertação de Mestrado. São Paulo: Faculdade de Filosofia Letras e Ciência Humanas, Universidade de São Paulo. 127 p.

Vilhena-Vialou, A. 1983/1984. Brito: o mais antigo sítio arqueológico do Paranapanema, Estado de São Paulo. Revista do Museu Paulista, Nova Série, 29: 9-21.

Zanettini Arqueologia. 2010. Diagnóstico Arqueológico Não Interventivo Ãreas de Expansão da Usina Açucareira São Manoel S/A. Municípios de São Manuel, Botucatu, Pratânia, Areiópolis e Igaraçu do Tietê. Estado de São Paulo. Relatório de pesquisa. 59 p.

Zanettini Arqueologia. 2016. Programa de Resgate Arqueológico e Educação Patrimonial – Ãreas de Expansão da Usina Açucareira São Manoel S/A. Municípios de São Manuel, Botucatu, Pratânia, Areiópolis e Igaraçu do Tietê. Estado de São Paulo. Relatório de pesquisa. 457 p.

Zarur, G. C. L. 1987. Ecologia e Cultura: Algumas Comparações. In: Ribeiro, B. G. (Ed.) Suma Etnológica Brasileira - Etnobiologia. Petrópolis: Editora Vozes: 273-280.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


License URL: https://creativecommons.org/licenses/by/2.5/

ISSN 2500-980X (Online) 
 
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 2.5 General License.
Take Down Policy